terça-feira, 29 de agosto de 2017

Espectro-fotômetro Android

Descreverei como construir um espectro-fotômetro portátil para uso com dispositivo Android.

O Problema.

Possuo um aquário plantado de 120l que desenvolveu uma infestação de algas verdes de dois tipos básicos: as filamentosas e as que cobrem as folhas das plantas impedindo a fotossíntese.
Depois de várias tentativas de controle biológico com o uso de plantas ávidas por nitiritos e nitratos adsorvidos na água do aquário, não obtive qualquer sucesso.
Fiz todos os testes ao meu alcance e tudo parecia normal.
Resolvi radicalizar e esvaziei o aquário. Fiz a assepsia e iniciei o ciclo novamente. Limpei o filtro Canister e todos os acessórios incluindo os aquecedores, bomba de circulação, sistema de CO2, tubulações etc.
Instalei um sistema de esterilização U.V. de 9w e 300l/h em série com a saída de água do Canister para o aquário. 
Ainda restava uma variável sem controle.
Qual o espectro da iluminação que estou utilizando?
Impossível confiar no espectro publicado pelo fabricante Chinês dos tubos de LED.

Em face do exposto resolvi montar um espectro-fotômetro. 

O Projeto.

O primeiro passo foi estudar o assunto. Para isso recomendo o material disponível aqui para quem quer deixar a brincadeira séria.
O segundo passo foi escolher o hardware. Achei vários modelos simples e alguns que, apesar de simples, requeriam uma impressora 3D. Acabei optando por este desenvolvido por um professor de química da Universidade de Tóquio:spectrometer plan pdf a explicação e utilização concisa está neste blog sangorrin blog.
O terceiro passo foi escolher o software. Há na rede várias opções, mas este foi o mais prático que encontrei é o SpectraUPB além de ter o link para download do APK para Android tem também os procedimentos de calibração para quando tudo estiver pronto. Em tempo, o aplicativo instalará automaticamente a biblioteca de análise de imagens necessária.
E por último foi iniciar:

A Montagem.

Material utilizado:
1- Folha de poliestireno de 1mm de espessura.
2- 1 DVD-R de 4.7Gb sem uso (tem que ser este de face simples, não serve o dual layer de maior capacidade).
3- 1 espelho fino. O mais fino que puder encontrar para que a espessura do vidro influencie o menos possível na difração do feixe que passa pelo "slit". Em postagem futura explicarei como metalizar uma lamínula de microscópio com alumínio para criar um espelho de espessura de alguns micrometros.
4- Estilete.
5- Tinta spray preta fosca.
6- Primer automotivo em spray.
7- Cola tipo super-bonder.
8- Fita crepe para mascarar os furos durante a pintura.
9- Capa de celular para o dispositivo Android que será usado.
10- Apontador de lápis duplo para fazer a janela do "slit" com suas duas lâminas.
11- Cola de contato. (Cuidado com os vapores exalados durante a cura!!!).
12- Marcador de ponta seca (prego afiado por exemplo). 
13- Caneta marcadora indelével de CDs.

Procedimento de construção:



Imprimir o material do segundo passo conforme acima, Ajuste a escala conforme indicado (50mm) e providencie a folha de poliestireno.

Coloque a folha plástica sobre uma caixa de luz, caso não tenha, use uma janela de vidro onde tenha iluminação natural por trás, prenda-a com fita adesiva. Coloque o desenho impresso sobre a folha plástica e marque os vértices do desenho com um prego afiado ou ferramenta de ponta seca.



Após marcar os pontos em baixo relevo, passe os dedos sobre a marcação para que se tornem visíveis. A poeira natural do ambiente se encarregará de marcar os pontos.

 Ligue os pontos com caneta marcadora de CDs e uma escala (régua, quem usa é costureira).

 Após marcar todas as linhas, inicie os cortes.


Depois de cortado o modelo, passe para a preparação dos itens internos. Primeiro o "slit" feito com as lâminas do apontador.

Cole uma delas em paralelo com a aresta da figura usando um esquadro e coloque um pedaço de papel entre a lâmina colada e a segunda lâmina para deixar um vão (fenda ou slit) de 0,10mm a 0,5mm. Lembre-se que quanto menor a fenda, melhor a resolução e menos luz passa para o conjunto óptico.




Prepare o espelho e a fatia de 1/8 de DVD conforme o plano impresso.

Depois de coladas as lâminas da fenda cubra-as com fita adesiva e faça o acabamento interno com primer automotivo e quando secar, aplique o preto fosco.







Deixe secar bem antes de tirar a máscara de fita adesiva da fenda.
Monte o 1/8 de DVD e o espelho conforme o plano impresso.
Feche tudo com cola super-bonder e monte a caixinha conforme abaixo.


 Coloque fita nos orifícios e pinte tudo com primer para dar o acabamento.

Providencie uma capa compatível com o equipamento que usará o APP SpectraUPB para fazer a leitura do histograma de cores do espectro visível.

Use cola de contato para fixar a caixa do espectro-fotômetro a capa do dispositivo.

 Pronto. Agora é encaixar o aparelho a montagem e começar a brincarcom o novo equipamento.


 









quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Robótica

Material de aula para download e impressão:

Temos três apostilas, sendo a base do nosso curso a que foi produzida pelo SENAI, as demais são um ótimo material de apoio e para quem quiser se aprofundar no assunto.

Simuladores:
http://gazebosim.org/ (Open Source, SW 3D genérico, Ambiente de interação humano-robô);
http://www.robodk.com/download (SW simulação, Simulador On-line, Robôs industriais);
https://www.cyberbotics.com/webots.php (idem).

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Vamos montar um amplificador?

Volta e meia aluno me pergunta se dá para montar um amplificador.
Eu, todas as vezes respondo:
- Claro que dá! Como sempre digo aos meus filhos, se alguém fez, você também pode fazer e até fazer melhor, é só querer, estudar, planejar e manter o entusiasmo!

Vamos lá.
O Van Valkenburgh, em sua ótima série de livros sobre Eletrônica Básica, diz logo no primeiro capítulo: "Temos 3 tipos de circuitos em toda a eletrônica: Os retificadores, os osciladores e os amplificadores" (e hoje em dia os circuitos lógicos digitais - grifo meu).
Um amplificador lança mão de pelo menos dois dos citados. O retificador e o amplificador propriamente dito.
O esquema final do equipamento vai depender de sua utilização:
1 P.A. ou Public Address; para sonorização de grandes ambientes;
2 Os de instrumentos, para acompanhar o músico em ensaios, shows e gravações;
3 Os sistemas integrados domésticos para entretenimento (home theaters, som ambiente etc);
4 E os de altíssima fidelidade (hi-fi) do tipo high-end valvulados (vacuum-tubes) ou de estado sólido (SS).

Por ordem de complexidade sugiro o link a seguir para um sistema do tipo 4 relativamente fácil de se construir:

e

Ou ainda:


Caso seu foco sejam os instrumentos musicais (2), sugiro o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=_U7kTVeC1J8



Bom divertimento!

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Modelo de relatório para experiências de laboratório

As experiências feitas em laboratório devem ser devidamente registradas e apresentadas para posterior avaliação do professor sobre os procedimentos efetuados e sobre as conclusões que os alunos chegaram ao executá-las.

Para tanto, os alunos devem possuir um caderno de anotações/relatórios em separado das anotações efetuadas nas aulas de teoria. Pode-se usar folhas A4  avulsas que deverão ser juntadas em um fichário para posterior consulta, quando necessário ou manter caderno à parte, ou mesmo um conjunto de matérias em cadernos com várias divisórias.

As folhas de experiências não serão entregues ao professor. O professor limita-se a avaliar, corrigir e anotar os resultados de avaliação para compor a nota final das disciplinas de laboratório em conjunto com as notas de teoria, quando aplicável.

Os relatórios devem conter mandatoriamente:

1 Cabeçalho contendo:
1.a O nome da Escola Técnica na primeira linha;
1.b O nome do aluno e seu número na segunda linha;
1.c O nome da disciplina e a turma/sigla de 3 letras do professor na terceira linha e;
1.d O título da experiência  

2 Obejtivos:
Nesta área deve constar o objetivo esperado a ser alcançado com a execução da experiência em questão. Terá no máximo 1 parágrafo de até 4 linhas.

3 Introdução Teórica:
O aluno deverá fazer uma pesquisa sobre o tema do título da experiência para que haja um embasamento teórico sobre o assunto a ser experimentado. O foco na redação é o de que uma pessoa leiga no assunto deve conseguir entender o que será executado nos ensaios dolaboratório.
Deverá possuir até 4 parágrafos de até 4 linhas cada com ilustrações e gráficos onde se faça necessário.

4 Parte Experimental:
4.1 Lista de materiais utilizados: ítem, quantidade e descrição do ítem.
4.2 Procedimento experimental: descrever o que foi feito na experiência com a utilização de desenhos esquemáticos, gráficos e tabelas bem como a descrição do passo-a-passo da execução.
4.3 Tabelas e cálculos. Onde se fizer necessário.

5 Conclusão:
Descreva com as suas palavras se os objetivos foram alcançados, como foram alcançados e quais as suas conclusões sobre os resultados da experiência.

   



quarta-feira, 29 de junho de 2016

Vamos brincar com PIC?

Ainda não domina a linguagem de programação do PIC e mesmo assim gostaria de brincar com os microcontroladores?

Aprenda a fazer fluxogramas e depois baixe a versão 5 do Flowcod3 em:
https://www.sendspace.com/file/2whj4h

Depois siga o passo-a-passo de nosso hermano aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=W63CTPkNafk

Divirta-se.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Experiências de Eletrônica Analógica

Abaixo segue o link para as apostilas da Minipa para as experiências da série M-11x.
Escolha a apostila adequada ao conteúdo que está sendo explandao em aula.
Sugiro que seja utilizada uma apostila por aluno.
Caso não seja viável, é necessária ao menos uma apostila por bancada.
Os relatórios devem ser elaborados conforme nosso modelo padrão e são individuais.

Abaixo o link com todas as apostilas no GoogleDrive.
Clique no link e escolha o material.

Mapas de Veight-Karnaugh - Resolução

Resolvendo um mapa de Veight-Karnaugh de 4x4.


https://www.youtube.com/watch?v=g3kdyjJPiic

terça-feira, 22 de março de 2016

Ferramenta para montar circuitos lógicos virtuais

Meus caros, segue o link para fazer o download da ferramenta que permite simular os circuitos lógicos que estudamos nas aulas, bem como testar seus estados lógicos através da verificação das tabelas-verdade.

http://www.softronix.com/logic.html

Beixe o "setup kit" e instale na sua máquina.

Boas simulações e bom divertimento!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

PDE Preparação do TCC

Segue o link onde tem o material básico e templates para a confecção do TCC conforme normas da ABNT.
http://porvir.org/usp-lanca-curso-online-sobre-producao-de-artigo-cientifico/

O planejamento das atividades do TCC deverá ser executado na plataforma do MS-Project para que tenhamos o controle dos recursos e atividades de forma clara e precisa.
Caso não disponha do aplicativo em seu pacote MS-Office, sugiro que faça download de algum destes programas alternativos e que são freeware:

http://blog.idealmind.com.br/gerencia-de-projetos-pmi/5-alternativas-gratis-ao-microsoft-project/

http://www.projectlibre.org/

https://sourceforge.net/projects/openproj/files/


Mais opções de modelos de TCC para pré-projeto:
http://wp.ufpel.edu.br/direito/files/2015/01/Modelo-de-pre-projeto.pdf

O relatório final do TCC das turmas da ETEC Lauro Gomes devem obedecer às normas da CETPS, conforme material disponível no link abaixo:
TCC modelo do CETPS + normas e considerações


Bom trabalho!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Eletromagnetismo I

Logo mais abaixo estão os links das apostilas de teoria e laboratório.

Faça o download e traga estas apostilas  TODAS as aulas para que o seu rendimento seja o melhor possível.
Com este material em mãos você não perderá tempo copiando nada do quadro e poderá fazer as anotações do que eu disser em sala nas abas das apostilas.

Aproveite o seu tempo em sala de aula e nos laboratórios para fazer as experiências com calma e préstimo.

Um lembrete sempre válido:
O material "de Lorenzo" das experiência de eletromagnetismo é especialmente delicado portanto tenha o maior cuidado ao manusear estes equipamentos e, em caso de dúvidas, não faça nada. Chame o professor ou assistente para dirimir as dúvidas ANTES de alimentar os circuitos.

Lembre-se que após a sua turma outras virão e necessitarão utilizar o equipamento que deverá estar sempre em bom estado de conservação.

Com relação aos relatórios, para cada uma das experiências, um relatório correspondente deverá ser apresentado ao professor no modelo que consta no anexo final na apostila de laboratório.

O conceito de laboratório será dado em função da apresentação destes relatórios nas datas combinadas.

Cada aluno é responsável pelo seu relatório embora as experiências possam ser feitas eventualmente em grupo.

Aproveite a oportunidade de estudar na ETEC Lauro Gomes ao máximo.
Granto que serão anos memoráveis de aprendizado e companheirismo que você levará consigo para o resto da vidas.

Boas aulas!





Links:

Prática de laboratório:
https://drive.google.com/file/d/0B55I1hGn5whVRW03RHppcGozTjg/view?usp=sharing

Teoria básica de Eletromagnetismo I:
https://drive.google.com/file/d/0B55I1hGn5whVR1NYRXgzdXhkWGc/view?usp=sharing

 

Primórdios da Era Digital

O primeiro computador como conhecemos hoje:
http://www.hardware.com.br/guias/historia-informatica/eniac.html

Aqui o link com a história das 6 mulheres encarregadas de programar e manter em funcionamento o ENIAC.
http://www.phillyvoice.com/70-years-ago-six-philly-women-eniac-digital-computer-programmers/

A história de quem começou a Era Digital e seus fundamentos lógicos e matemáticos:
http://famous-mathematicians.org/george-boole/

http://www.matematica.br/historia/boole.html (em português)

O cara que resolveu aplicar de forma prática e sistemática as idéias de Boole: George Stibitz da AT&T Inc, em 1937.
https://pt.wikipedia.org/wiki/George_Stibitz

Um ótimo resumo da PUCRS:
http://www.inf.pucrs.br/~gustavo/disciplinas/iec/material/apres_hist_portugues.pdf

Para finalizar um filme que retrata os primórdios da computação. O Jogo da Imitação. Conta a história de Alan Turing.
https://www.youtube.com/watch?v=Q2xrQ5U0Tbo


Boa leitura!

terça-feira, 26 de maio de 2015

Os elementos da Tabela Periódica e a Eletrônica

Sempre que falamos de Eletrônica é impossível dissociá-la da Química.
Tudo acontece no nível atômico e, para entender um processo eletrônico, devemos entender como a matéria se arranja na Natureza. Para isto, nada melhor que um passeio pela química.

Aí vão dois links interessantes. Assistam na ordem:

1 A Tabela Periódica divertida:
https://www.youtube.com/watch?v=zUDDiWtFtEM


2 A Tabela Periódica que "cai na prova":
http://ed.ted.com/periodic-videos


Have fun!

terça-feira, 5 de maio de 2015

Receptores VLF e ELF (3C Analógica II)

Meus caros,
Conforme combinado segue uma lista de websites onde vocês poderão encontrar o material necessário para a montagem do sistema de antena pré-amplificada (grupo 1), o receptor de ELF (grupo 2), o receptor de VLF (grupo 3) e o amplificador de áudio final (grupo 4):

Parágrafo "List od Projects Do It Yourself" com os esquemas e lista de componentes dos receptores: http://www.stormwise.com/

Antenas para recepção de sinais de baixa frequencia: http://www.techlib.com/electronics/antennas.html

Fonte de muita informação, inclusive softwares de análise que ajudarão a detectar os padrões escondidos na recepção de sinais de baixa frequência: http://www.vlf.it/

Mais esquemas de receptores: http://www.auroralchorus.com/bbb4rx3.htm

Mais material sobre o assunto das ondas de baixa frequência: http://naturalradiolab.com/receiver-diagrams/

Sobre a ressonância Schumann que, teoricamente, poderemos detectar com nossos receptores: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ressonância_Schumann 

Espectro de eletromagnético: https://www.youtube.com/watch?v=ixwxOQf50kc


Além disto, sugiro que deêm uma olhadinha em outro blog onde explico como fazer uma placa de circuito impresso "quase" profissional pelo método de transferência de tonner de impressora LASER .


Os links acima são os pontos de partida. Caso sintam a necessidade de usar mais referências ou outras que julguem mais interessantes, fiquem à vontade e tragam para a próxima aula o material colhido para decidirmos com a turma como implementaremos os equipamentos de ELF e VLF.

Atenciosamente,

LPJ

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Como fazer um circuito impresso em casa 1

Estava procurando na internet a fórmula química do Pratex*, que é utilizado para proteger o cobre das pcbs (printed circuit boards) após sua corrosão e limpeza, quando achei o seguinte link: 


Leiam os tópicos que, na próxima postagem, detalharei com fotos e texto o método que melhor me adaptei.

Grande abraço e boa leitura.


* Em tempo, Pratex é Iodeto de Prata: http://pt.wikipedia.org/wiki/Iodeto_de_prata

sexta-feira, 14 de junho de 2013

O melhor jeito de aprender é fazendo...Projetos com PIC

Caros alunos e leitores,
Este semestre está chegando ao fim e, como forma de consolidar tudo o que vimos no conteúdo programático da dsiciplina de MIC da ETEC Lauro Gomes, fica a dica para a construção de um projeto utilizando microcontroladores.

As opções são várias, tanto no que se refere aos microcontroladores quanto aos projetos em si, portanto, ecolha um e mãos à obra!

Nem preciso dizer que o inglês é fundamental...

Abaixo alguns links de interesse:

http://www.best-microcontroller-projects.com/binary-clock.html
http://microcontrolandos.blogspot.com.br/search/label/PIC (em português)
http://www.eletronicasilveira.com/t3074-projetos-com-pic (e-book)

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Khan Academy em português

No primeiro post do ano de 2013, segue a dica da Khan Academy que estréia em português:

http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/

Quem se sentir confortável com o inglês, veja o conteúdo completo de todas as disciplinas aqui:

http://www.khanacademy.org/

Gastem seu tempo livre na frente do computador fazendo alguma coisa que adicione conhecimento na sua bagagem.
Redes sociais e joguinhos são para os fracos!
Isto fará a diferença mais cedo do que você pensa.

Grande abraço e bons estudos!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Monografia

Sempre me perguntam sobre como fazer uma monografia para acompanhar o TCC.
A resposta não é muito simples.
Existe uma disciplina específica que estuda a matéria (Metodologia do Trabalho Cinetífico) e um sem número de livros e artigos sobre o assunto. Poderíamos escrever páginas e mais páginas só para explicar o básico.

Como nosso curso é de caráter prático, fica a dica:

Use um "template para monografia" facilmente achável no São Google ou, use o da dica abaixo:

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Tiristores e sua origem

Ontem na aula de Eletrônica Industrial, comentei a origem do termo tiristor.
Abaixo um breve histórico do desenvolvimento das válvulas tipo Thyratron que deram origem aos tiristores de hoje em dia.


Olha um vídeo de um thyratron, sendo disparado.


Abraços.

Conector BNC

Ontem me perguntaram o que era um conector BNC.
Respondi que eram os conectores da maioria dos intrumentos de medição usados no nosso lab na ETEC Lauro Gomes.
Mostrei qual era e em seguida me perguntaram porque o nome era BNC.

Ficheiro:BNC-Technik.jpg

Lembrava que tinha algo a ver com o encaixe tipo baioneta, mas como não tinha certeza, deixei para hoje.

Aí vai:


Abraços!